RALI SERRAS DE FAFE

Dias 17 - 18 Fevereiro 2018

1ª Prova do Campeonato de Portugal de Ralis

Troféu Europeu de Ralis

Troféu Ibérico de Ralis

Taça FPAK de Ralis

Desafio KUMHO

1ª Prova do Campeonato de Ralis Norte 

Em 2017 foi assim ...

A dupla Pedro Meireles / Mário Castro em Skoda Fábia R5 vencem a primeira prova do Campeonato Nacional de Ralis, o Rally Serras de Fafe

Classificação Geral Oficial

1º - Pedro Meireles / Mário Castro em Skoda Fabia R5, com o tempo total de: 1:30:49.10

2º -  José Pedro Fontes / Inês Ponte em Citroen DS3 R5, a 59,20s

3º - João Barros / Jorge Henriques em Ford Fiesta R5, a 1.14,00m

4º - Paulo Meireles / Marcos Gonçalves em Skoda Fabia R5, a 1:45.60m

5º - Ricardo Teodósio / José Teixeira em Mitsubishi Lancer EVO X. a 4:49.90

PEDRO MEIRELES: “DEDICO A VITÓRIA A UMA PESSOA QUE TODOS CONHECEM…”

 “É sempre bom ganhar em Fafe, fizemos o nosso rali, sabia que em condições normais era praticamente impossível chegar ao Ricardo. Procurei neste segundo dia cimentar segundo lugar, era a nossa prioridade, mas o Ricardo Moura, infelizmente teve um azar mecânico, e não pode continuar. Nós também tivemos, mas grande diferença é que o nosso foi resolvido. Os ralis são mesmo assim, esta vitória dedico-a a uma pessoa que todos conhecem, que fez muito pelos ralis e perdeu a vida há dias (ndr, Jorge Amorim). De resto, esta vitória não pode ser tida como algo, pois não tenho a época garantida continuo a tentar encontrar recursos para disputar o CNR”, disse.

JOSÉ PEDRO FONTES: “O RESULTADO FOI MELHOR QUE A EXIBIÇÃO”

 “O resultado foi melhor que a exibição. Não estivemos ao nível do ano passado, reconheço isso, não sei porquê mas foi isso que aconteceu. O carro não deu nenhum problema, a não ser o furo que tivemos na última classificativa. Um problema menor, por isso terminámos em segundo”, disse

JOÃO BARROS: “FOI UMA PROVA MUITO COMPLICADA PARA MIM”

"Foi uma prova muito complicada para mim. O resultado acabou por ser melhor que a exibição pois nunca consegui ter o carro como queria. Tivemos inúmeros problemas ontem, e hoje este pódio acaba por ser um prémio mais para a combatividade do que para o andamento, que não me deixou nada satisfeito. Agora vamos para Castelo Branco, que me traz boas recordações depois da vitória do ano passado. Espero que corra melhor…” disse.